Sem categoria

Dicas para aproveitar melhor as suas férias… em casa!

2 Julho, 2020

Hello!

Com este artigo não o pretendo induzir a que fique em casa enclausurado, privado de tudo e todos, e que depois inicie o outono com uma valente depressão. Pretendo que, caso tenha sido de sua vontade passar as suas férias mais recatado no seu lar e no envolvência da sua cidade, que o possa fazer a divertir-se e com a sensação de merecidas férias.

Independentemente do dinheiro que cada um aufere serão muitas as famílias que por opção não farão férias fora de casa, ou seja, não irão para o estrangeiro nem mesmo farão férias fora da habitação própria. Quem tenha uma segunda habitação optará com toda a certeza por lá passar essa temporada, e os restantes arriscarão a fazer a vida como se nada se passasse…  🙂

A ultima vez que fiz férias de mais de 2 dias fora de casa tinha a Pipa 5 meses. Na verdade, sempre detestamos aquelas férias típicas de verão. Temos uma vida tão agitada durante todo o ano que ficamos deprimidos quando estamos sempre no mesmos sítio. Não sei, difícil de explicar, mas uma coisa boa é que tanto eu como o Filipe partilhamos dessa ideia. Fomos no Inverno passado para os Açores e achamos que as nossas férias não podem ser mais do que 4 dias no mesmo sítio :). Este ano, e o Sr. Covid-19 também ajudou, as nossas férias serão passadas aqui por casa. Iremos ter os nossos programas como é óbvio, mas férias de sair e estar fora 1 a 2 semanas não está nos nossos planos. Como tal, sugiro que possam ler as minhas sugestões de formas para se divertir à mesma, nem que para isso tenho o seu rabo sempre «alapado» no sofá da sua sala a comer e beber.

  1. Compre «cenas/coisas» para si!

Não se ria! É verdade e pode ser bastante terapêutico. Imagine que há muito tempo que anda a pensar comprar aquele casaco lindo e divinal e que custa um valor exorbitante. Não pense mais nisso e vá comprá-lo. E depois pense assim: eu vou ficar com este casaco toda a vida e as férias seriam só uma semana… E ainda tem uma outra vantagem: não precisa de fazer nem desfazer malas 🙂 que trabalheira. Atenção: esta minha sugestão não passa por ir comprar 350 peças de roupa fast fashion, que usa 5 ou 6 vezes e já não pode olhar para as peças de tão feias que estão. Sugiro uma peça boa, que ande a namorar há muito tempo e que pelo valor da mesma tenha sido impedimento até então para a adquirir. As peças fast fashion são mais poluentes para o ambiente por causa das emissões de carbono e têm durabilidade reduzida.

2. Aproveitar ofertas/vales de desconto!

Sei que nesta altura do verão isso pode ser difícil senão mesmo impossível. Mas não custa tentar. Esta época alta de férias costuma ser o mote perfeito para a típica exploração às nossas carteiras, e como estamos numa boa onda de férias nem pensamos muito nisso.

3. Vá a eventos livres!

Aproveite para fazer programas giros com os seus amigos, de forma gratuita ou então baratinhos…. cinema ao ar livre, museus gratuitos, feiras, etc etc….

Cá por casa vamos até à zona centro do País ver a Arte Manuelina deixada no museu de Tomar e arredores pelo Rei D. Manuel I ( o meu filho Salvador assim decidiu :)). Gostou muito dessa matéria na disciplina de história e vamos ver in locu.

4. Não insista nas limpezas!

Prepare a sua casa para as férias. Limpe e arrume tudo o que tem que arrumar num só dia das suas férias. Se não o fizer, vai acabar por estar a ser uma escrava da sua casa e não vai gozar/aproveitar os dias na sua plenitude.

5. Perca tempo na cozinha!

Ok, esta dica pode ser uma valente «seca» para quem todo o ano passa a vida a cozinhar. Mas, fazê-lo com calma, experimentar aquela receita mais elaborada, ter a ajuda dos filhos e do marido é tudo ótimo. Por isso, perca tempo na cozinha e faça bolos, gelados, bebidas frescas e vai ver que se vão divertir imenso.

ferias-em-casa-o-que-fazer-6-851-thumb-570

Por isso, optar por passar as férias em casa não tem de ser sinónimo de falta de diversão ou dias deprimentes, passados em frente à televisão. Muito por causa da crise económica e das medidas de austeridade, nos últimos anos as famílias portuguesas têm visto o seu orçamento muito reduzido e, na hora de poupar, os gastos com férias são os primeiros a sofrer cortes.

Para não ficar deprimido lembre-se que as férias em casa são cada vez mais uma tendência a nível mundial (e não apenas uma opção por falta de dinheiro), sendo que em 2012 foi inventada nos Estados Unidos uma nova palavra para descrever este tipo de férias: ‘staycation’ (por oposição a ‘vacation’).

Para começar, faça uma lista de todos os locais que gostaria de visitar e eventos que deseja ir na sua cidade ou região e nunca tem tempo para o fazer quando está a trabalhar ou aos fins-de semana.

No ano passado encarnei a personagem e fui um turista na minha própria cidade e em outras que ainda me faltavam descobrir: fui ao Posto de Turismo, guiei-me pelos mapas, descobri ruas e zonas da cidade por onde nunca tinha passado, visitei museus e monumentos, assisti a concertos, fiz um piquenique no jardim, fui a uma matiné de cinema, deixei o carro à porta de casa e andei de bicicleta e transportes públicos. Para fugir da cidade, e com o calor a apertar, planeei idas às praias mais próximas de casa que nunca tenha visitado. E no fim tive a recompensa…. os miúdos adoraram o que me deixou de coração cheio.

Para si desse lado, se não lhe apetece sair opte por programas caseiros diferentes do habitual, como uma sessão de cinema com pipocas na sala, jogos tradicionais, caça ao tesouro, karaoke, pinturas ou churrasco e campismo no jardim. Pode ainda criar os seus próprios produtos de beleza e improvisar um ‘spa’, dedicar-se à culinária e experimentar novas receitas, ler um livro ou dormir uma merecida sesta. A imaginação é o limite.

Maximize a sua diversão e vai ver que as férias em nada se irão assemelhar à quarentena que muitos de nós fomos obrigados a passar.

Keep in touch

E.R.

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário