Sem categoria

As prendas cá de casa são só do «verdadeiro» Pai Natal!

20 Dezembro, 2019

Hello!

Nesta altura do ano não se pode andar na rua sem vontade de se comprar qualquer coisinha. Mesmo que não se precise, é sempre tentador para quem tem mente fraca, cair na tentação de se trazer/levar alguma coisa que não se precise ou que se quer oferecer a uma ou outra pessoa que andamos a dever um favor há imenso tempo. É normal e há quem se culpe por isso e há também quem ache que deva fazer isso e ponto final.

Que raio tem que ver o pai Natal com uma camisola de malha que queremos oferecer à mãe da prima que costuma ir lá a casa passar o Natal com o pessoal?

Mas afinal de contas conhecem de facto a história do Pai Natal?

Há quem diga que o Pai Natal está ligado a São Nicolau, um cristão rico do século III, que se tornou numa lenda pelos milagres que fazia e pelas prendas que oferecia anonimamente aos mais necessitados.  Eu vou relembrar a parte mais importante….«aos mais necessitados»…. leram bem? AOS MAIS NECESSITADOS….OK

Os graúdos, ou seja, gente que já sabe (suponho :), quem é afinal o Pai Natal, tem todas as ferramentas necessárias para incutir nos miúdos que de facto só há lugar a uma prenda porque afinal de contas a história está muito mal contada. Se por um lado ao longo dos tempos a história do pai Natal foi sendo modificada a ponto de se tornar puramente num comércio de coisas e cenas várias que se compram para oferecer, esperando veementemente receber algo em troca, sob pena de se arranjarem inimizades para o resto da vida, ninguém tem interesse em voltarmos aos tempos de antigamente. No meu entender, era mais válido chamar-se a esta época «noite da troca de prendas entre família-amigos-vizinhos-colegas-pessoas, etc-desde que seja para mostrarmos que estamos vivos tudo vale».

Digam lá se não era muito mais pedagógico, enternecedor, didático, amigo, se nesta altura as coisas funcionassem como deveria de ser….. oferecermos algo aos mais necessitados e que se fizesse valer a real lenda do S. Nicolau!

Eu sei, não seria a mesma coisa, mas pense nisso!

Fazendo jus ao titulo deste artigo, e o real motivo de o colocar aqui no blog, prende-se com o facto de só haver aqui em casa a prenda do designado «Pai Natal»…. o pai verdadeiro não dá prenda, a mãe (ou seja, eu) não dou prenda e assim vamos manter até que o último filho deixe de acreditar nisto. Confesso que eles próprios já me questionaram então porque recebem a prenda da avó, ao que eu respondo que ela como gosta muito deles gosta de fazer de pai natal para eles gostarem mais dela…. 🙂 Nunca desmistifico o verdadeiro sentido do pai natal e espero que os meus filhos sejam assim tão felizes como todos os outros.

Keep in touch,

E.R.

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário