Sem categoria

A pegada ecológica das minhas férias!

4 Agosto, 2019

Hello!

Aqui por casa as férias maiores do ano já passaram.  Devido a muitos afazeres profissionais dos únicos dois contribuintes aqui de casa só foi possível estarmos de férias os dois ao mesmo tempo só 1 semana.

O normal para todas as pessoas é irem de férias para qualquer sítio, fora de casa, com malas e outras cenas que tais. Aqui em casa quisemos e fizemos diferente.  Nunca gostei de férias num hotel, piscina, comida, praia, toalha, etc etc. Fico nervosa com essa vida de ócio e «pasmaceira» e fujo dela a sete pés. Trabalhamos muito durante o ano. Aliás, trabalhamos mais do que aquilo que seria suposto e normal para qualquer pessoa. Não sou só eu que o digo. São todos aqueles que nos rodeiam. Mas somos felizes assim. Citando uma frase que o Filipe disse em tempos: Existem pessoas que são felizes a gozar férias, nós somos felizes a trabalhar! Trabalhamos com gosto e isso não nos aborrece. Durante o ano vamos também aproveitando alguns fins de semana para descansar e assim não custar tanto a manter o ritmo. Prefiro isso, e possibilitar-me quebrar de vez em quando, do que estar depois duas semanas a fazer nenhum :). Das duas semanas de férias que estive consegui organizar e encerrar alguns assuntos pendentes que já tinha para fazer há montes de séculos e isso para mim já foi uma vitória ganha.

Voltando ao assunto principal deste artigo e que tem que ver com a pegada ecológica das minhas férias. Foi praticamente zero, tendo em conta que não utilizei um avião para me deslocar; que optei por fazer poucos Km’s de carro e assim não depender de combustíveis fósseis; que me abasteci de alimentos e outras necessidades básicas de uma só vez, etc etc…

Nestes dias fiz coisas que me souberam maravilhas e que não implicaram grandes trabalhos, nomeadamente levantar-me da cama de manhã para me «esparramar» logo de seguida no sofá :). Que bem que isso me fazia. Outros dias fazia panquecas com mel, açucar e canela e vínhamos comer todos em pijama para o jardim cá de casa! Existe melhor do que isso? Tão bom! Sem pressas (isto quando não havia algum cliente a ligar a pedir algo com urgência :). Aproveitamos também para reunir cá em casa alguns dos nossos melhores amigos e passar um belo dia na piscina. Todos juntos, com muito amor e lembranças de mais de 20 anos, passamos uma belo dia e inicio de noite que terminou com lágrimas de despedida. O maravilhoso é que também já se combinou a data do próximo encontro. Os amigos são de facto muito importantes na nossa vida e rodeados deles somos muito mais felizes.

Para que conseguíssemos fazer tudo aquilo que nos havíamos predisposto fazer, tivemos agenda para as férias. Sim, eu sou dependente da minha agenda até para as férias. Com três filhos, o meu trabalho, duas empresas e uma casa para organizar, preciso mesmo de uma agenda. E até nas minhas férias fui dependente dela. Mais não fosse para escrever em algumas páginas…. «fazer o que me apetecer»… e assim foi. Se houve dias que nada fiz, houveram outros que trabalhei de manhã até à noite. E, no final de tudo, fui feliz. Senti-me a descansar e isso foi mesmo o mais importante. Os meus filhos também estiverem sempre comigo e senti que foram felizes. De cada vez que terminava um convívio aqui em casa perguntavam de seguida quando é que íamos ter novamente a casa cheia. Foliões, não! Não sei a quem saem.

O melhor desta férias foi estar com os amigos, aqueles que sabemos que nos querem bem, que vivem as nossas conquistas, que ficam tristes com as nossas derrotas e nos ajudam a ver o que de melhor haverá no dia seguinte e que, no final de tudo, são felizes estando ao nosso lado. Como diz a minha amiga Cristina «os amigos são de facto aquela família que nos cabe escolher», e estas amigas, de mais de 20 anos, cabem para sempre no meu coração. Sejam sempre todos, mas todos, muito felizes. E, mesmo de andarilho e a tomar comprimidos logo de manhã, quando formos velhinhas teremos à mesma esta boa disposição para os encontros mesmo estando afastadas centenas de km’s.

I love you all!

 

Keep in touch,

 

 

 

 

 

 

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário