Get To Know

Vêm a casa buscar a sua roupa usada e vendem-na! Conheça esta plataforma on-line.

8 Julho, 2020

Hello!

Que projeto tão agradável e que tem tudo para ser um sucesso! A mycloma.com é uma plataforma online de venda de roupa em segunda mão e que, após criteriosa seleção, pode ser re-vendido novamente. Basicamente recolhem as peças “encostadas”, mas em bom estado, em todo o País e procuram alguém que lhes dê uma nova vida.
O projeto tem também como missão mudar mentalidades e acabar com o preconceito em relação à roupa em segunda mão. Mostrar que é possível comprar peças boas, com qualidade, a preços acessíveis e simultaneamente ajudar o ambiente e evitar o desperdício!  Bem sei que nesta parte ainda há um longo caminho a percorrer e, os mais céticos, preferirão comprar roupa barata e sem qualidade, mas nova, do que optar por roupa igualmente barata, mas que já teve o seu uso. Claro que existem lojas bem conhecidas que praticam preços extremamente baixos nas vendas de roupa e que com 4 a 5 utilizações dá dó olhar para a peça. Podemos cair na tentação em virtude dos preços baixos mas o ambiente é extremamente sacrificado em termos de emissão de carbono para a atmosfera.

Perante os números preocupantes do desperdício têxtil em Portugal e a grande vontade desta equipa em querer dar uma segunda vida à roupa que já não usamos, chegaram à conclusão que não havia como fazê-lo de forma rápida, fácil e sem preocupações, o que acabava, inevitavelmente, por contribuir para um crescente desperdício de roupa.

A plataforma veio proporcionar a que do nosso lado só tenhamos que reunir essa mesma roupa do nosso roupeiro e a enviemos para que tratem do resto. Depois é só orar a todos os santos para que gostem da nossa roupa, a comprem, e ainda recebamos em troca. mais confortável do que isto é impossível.

Saber que em Portugal cerca de 200 toneladas de roupa vai para o lixo/por ano devia forçosamente fazer-nos pensar em mudar de atitudes.

Segundo a Greenpeace cada pessoa compra, em média, mais 60% das peças do que comprava no ano 2000 e só as mantém metade do tempo”. Este comportamento, cada vez mais integrado na nossa sociedade, traz consequências graves para a sustentabilidade do nosso planeta.

Bora lá mudar comportamentos pois a indústria têxtil já é considerada uma das mais poluentes do mundo, logo a seguir à indústria petrolífera.

 

Keep in touch,

E.R.

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário