Get To Know

Quer um compostor doméstico?

8 Março, 2017

Hello Everyone!

Já há alguns anos que pratico compostagem em minha casa. Custa-me horrores saber que os resíduos orgânicos que sobram da preparação dos alimentos das refeições que faço em casa, vão parar a um aterro sanitário, com tantas proteínas 🙂 e minerais que ainda podem ser utilizados por outros animais (em último caso, larvas e minhocas) e no final ainda fertilizam a terra e a tornam mais rica. De qualquer das formas também me custa saber que os nossos avós faziam isso de uma forma tão natural e, nós, anos depois, com tanta informação disponível e sendo tão bombardeados com informação, queiramos e achemos que é muito mais fácil e correto depositar esses resíduos no balde comum e colocar no contentor do lixo mais próximo de casa. Esse seu gesto custa muito dinheiro às autarquias e, pior do que isso, estamos a desperdiçar um tipo de resíduo que ainda tem tanto para nos dar.

Tudo bem! Se vive num apartamento será mais difícil querer ter este equipamento na varanda! Se bem que não é impossível! Mas, vamos lá por partes:

Quer ter um compostor doméstico e ainda não se disponibilizou a comprar? Gostava de contribuir para um ambiente mais sustentável e evitar «entupir» os aterros sanitários com cascas de batata, outros legumes, cascas de ovos e aparas de relva lá de casa? Mora na região do Vale do Sousa? Pois bem, este artigo é para si. Leia com atenção, para depois não dizer que não sabia ou que não ouviu falar! Quem é amiga quem é? Pois bem:

No âmbito da sua atuação, a Ambisousa, Empresa Intermunicipal de Tratamento e Gestão de Resíduos
Sólidos EIM, irá promover uma campanha de Reforço da Compostagem Doméstica de Resíduos Urbanos Biodegradáveis (RUB)nos municípios onde atua.
Tendo como principal objetivo evitar o envio de RUB para o aterro, esta campanha permitirá gerar valor, onde, pela utilização dos compostores domésticos, será criado composto natural, um substituto de fertilizantes e adubos.
Esta ação permitirá ainda uma amplificação do projeto de compostagem doméstica já existente na Ambisousa.
O projeto aprovado no âmbito do programa POSEUR envolverá todos os municípios, assim como as juntas de freguesia, escolas, instituições locais e toda a população em geral da área Ambisousa.
A campanha será promovida ao longo de 2 anos tendo em vista a distribuição de 4.000 compostores.
Atualmente existem cerca de 1.400 compostores distribuídos por todos os concelhos da área Ambisousa, sendo o objetivo final entregar mais 2.000 compostores até ao final de 2017 e os restantes em 2018.
Sobre a campanha
O arranque da ação foi assinalado com o evento de apresentação pública da campanha, a 26 de Janeiro de 2017 e será seguido do envio de um infomail via CTT a zonas definidas (tendo em atenção a tipologia das habitações – moradias com jardim ou horta). Esta comunicação contém um folheto informativo e respetivo cupão de inscrição para a oferta de um compostor. Serão ainda promovidas ações de informação, sensibilização e angariação, em Juntas de Freguesias e escolas dos concelhos abrangidos.

Esta campanha destina-se apenas aos habitantes da área Ambisousa, nos concelhos de Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel, que possuam habitações com espaços adequados à prática da compostagem: jardins, hortas, quintas e pomares. Todos os interessados deverão inscrever-se e serão contactados para a entrega do compostor.
Após verificação da existência das condições necessárias, uma equipa Ambisousa fará a entrega do compostor, e explica o seu funcionamento. A todos os participantes será entregue um certificado comprovativo da entrega do compostor.

Bora lá solicitar o seu!

Keep in touch,

E.R.

 

Artigos relacionados

2 Comentários

  • Comentar Bruno Manuel Soares Gonçalves 27 Março, 2018 at 21:19

    Boa noite gostava ter adquerir um compostor para a minha horta bio como pisso fazer.
    Bruno goncalves 966878522

    • Comentar Elsa Rocha 29 Março, 2018 at 13:54

      Bom dia Bruno,
      Se residir na zona do Vale do Sousa, p.f. mande email para ambisousa@ambisousa.pt e dê a sua morada nome e contacto. A campanha de entrega de compostores ainda decorre e entregam diretamente na sua residência. Se for de outra localidade veja junto da sua câmara municipal se têm alguma iniciativa deste género.
      Obrigada
      Elsa

    Deixe um comentário