Get To Know

Quanto vou ganhar por devolver garrafas de plástico?

22 Julho, 2019

Hello!

Li este artigo e pensei com os meus botões se poderia ganhar algum dinheiro com isto. E logo obtive a resposta: Sim, claro que sim! E pensei imediatamente na quantidade de dinheiro que já tinha deixado de gastar pelo simples facto de quase serem ínfimas as vezes em que tenho que comprar garrafas de água com estas dimensões. E sim, aí de facto tenho poupado muito dinheiro. São raríssimas as situações em que saio de casa sem os cantis de inox ou vidro para toda a gente aqui em casa. O tempo de vida útil de uma garrafa de 0.33 ou até 0.5 de água é muito reduzido, alguns minutos de utilização e vai para o lixo logo a seguir. E a logística que foi preciso organizar para que a garrafa fosse colocada naquele café ou local de venda. Até assusta imaginar a pegada ecológica que foi necessária existir

Parece-me que estamos numa altura em que se dá primazia a reciclarmos tudo o que se compra sem qualquer critério e mediante padrões de consumo desenfreados, para nos sentirmos menos mal com o nosso comportamento não amigo do ambiente.

Enquanto escrevo este email vejo aqui uma oportunidade de poder arrecadar alguns pontos. Senão vejamos: a quantidade de pessoas que ainda continuam a depositar garrafas de água e outros líquidos no chão, até mesmo quando vão de carro na estrada, pode ser aqui uma bela oportunidade para que outros, com comportamentos mais cívicos e corretos possam arrecadar uns trocos levando as garrafas para trocar por cêntimos.

Na minha ótica, e porque me custa comprar uma garrafa de água para usar durante breves minutos e depois deitar fora, parece-me surreal que esses comportamentos não sejam alterados ao invés de se arranjarem soluções de algibeira. Por isso já sabem, se me virem a tentar obter uns cêntimos na máquina que será colocada nas portas dos hipermercados, serão mesmo garrafas de outros, de quem me estarei a aproveitar 🙂

E vocês? O que acham?

Keep in touch,

E.R.

 

 

 

 

 

 

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário