Get To Know

O festejar dos 40 anos! Surpresa :)

28 Dezembro, 2018

Hello!

Tal como referi ontem durante o dia, o homem grande cá de casa fez anos. Eu e os putos já falávamos em fazer-lhe uma surpresa há imenso tempo mas tínhamos algum receio de não conseguir tratar das coisas como devíamos. Nas nossas viagens de carro entre o colégio e casa e vice- versa estávamos sempre a «matutar» no que íamos fazer para pôr o nosso papá feliz. A época em que estamos não ajudava muito. Se por um lado está um frio de rachar e a escolha do local e do que tinha em mente para ele pudesse não ser a mais apropriada, por outro lado as pessoas estão numa fase em que só vêm comida à frente e nada parecia que se adequava ao que queríamos. Os putos lá iam dando os seu inputs, por sinal, bastante importantes e que recaíam sobre juntarmos num só espaço os amigos do pai, desde tempo idos até à atualidade. Lá começamos a organizar aquilo que iria dar um trabalho enorme e que sozinha iria ser quase impossível. Com 3 filhos pequenos todo o tempo que temos disponível parece que já tem algo para ser ocupado, e por aqui as coisas tem que ser planeadas ao minuto. O tempo disponível para as tarefas mais básicas é manifestamente insuficiente e por isso tive que pedir ajuda aos amigos comuns mais chegados para darem o seu contributo.

Decidimos que iria ser feito no próprio dia de anos e que não iriamos adiar para o fim de semana. Quem tivesse e pudesse vir faria esse sacrifício mesmo a um dia de semana. Tivemos amigos que fizerma muito Km’s (centenas) para estarem presentes e tivemos outros amigos a morarem na mesma freguesia que não vieram porque não conseguiram. Sabia que corria esse risco mas mantive a data à mesma. O que importava era que ele gostasse da ideia e que estivesse feliz. Esse era o meu foco principal. Toda a tarde a organizar os últimos pendentes e tinha chegado a hora de o ir buscar ao trabalho, com a desculpa de irmos jantar a um restaurante pois a data merecia. E já lhe tinha dito que íamos somente os 5. Seria uma coisa intima :).

Com a desculpa de que me esqueci da prenda dele disse-lhe que precisava voltar a casa e eis que, voilá, a Joana Ranito começa a tocar a música de parabéns no seu violino e todos os amigos cantam os parabéns. Os olhos do Filipe perderam-se no meio de tantos amigos que não via há algum tempo e inundaram-se de lágrimas. Era permitido chorar pois a data assim o requeria e a envolvência ajudava, mas nunca irei esquecer a expressão dele quando viu aquele povo todo em nossa casa Foi lindo e voltava a repetir tudo outra vez. Agora só tem nova festa aos 50 anos 🙂

Não poderia terminar este artigo sem deixar umas palavras de agradecimento! Obrigada aos meus filhos Salvador e João por terem dado força à mãe quando ela achava que não conseguia organizar tudo; Obrigada à Cecília por ter ido buscar o bolo de aniversário; Obrigada ao Eduardo por todo o apoio na lista e convites aos amigos, aos guardanapos e sumo que trouxe :); Obrigada à Lisa por ter colocado o espaço cheio de luzinhas; Obrigada ao Paulo por ter feito umas fogueiras com muitas labaredas no nosso terraço para aquecer ( e deixar um belo cheiro nas nossas roupas e casacos); Obrigada ao Paulo Matos pela compilação dos vídeos e mensagens que os nossos amigos tiveram a amabilidade de fazer com umas palavras muito giras e para mais tarde recordar; Obrigada à Preguinho On wells por ter acedido vir cá a casa com a sua roulotte fornecer a comida para esta gente toda; Obrigada à Cristina por ter, tão prontamente, acedido ao meu convite para fotografar este momento que vou guardar em papel de foto e no coração; Obrigada à Joana Ranito por ter tocado uma bela música de parabéns, ao som do seu violino, na chegada do Filipe aqui a casa; Obrigada à Cristina e ao Miguel por terem feito 300 Km’s para estarem aqui presentes – vocês são os maiores; Obrigada à Dora por ter «voado» para cá depois de um dia de trabalho; Obrigada aos uber«s Ranitos por serem um casal «bué de fixe» e fazerem parte do meu rol de amigos; Obrigada ao Sérgio pelo melhor vídeo que fez sobre o Filipe, estava fantástico; Obrigada a todos os que foram convidados e não quiseram aparecer, assim como aqueles que eu queria convidar e não consegui. Estarão todos no nosso coração…. ihih

E, por fim, Obrigada a ti por existires na minha vida e fazeres com que a mesma faça sentido ser vivida, sem pressas, sem falsas pretensões, enfim…. obrigada por me fazeres, ao teu jeito, muito feliz.

Deixo aqui algumas fotos do dia de ontem.

Keep in touch,

E.R.

Artigos relacionados

1 Comentário

  • Comentar Margarida Vales 28 Dezembro, 2018 at 14:40

    Adorei dona Elsa sem palavras.

  • Deixe um comentário