Get To Know

O consumismo e o verdadeiro sentido do Natal!

23 Dezembro, 2018

Hello!

Já aqui em tempos tinha mencionado que detestava o Natal. Sim, é verdade! O Natal, tal como as pessoas o têm vivido e tencionam viver nos últimos tempos é uma pura falta de bom senso com o verdadeiro sentido do Natal. Fomos perdendo o verdadeiro sentido do Natal ou, de uma forma geral, fomos perdendo o encanto de estarmos juntos, todos, a festejar junto de quem amamos e acreditar que os bens de consumo não possam substituir o estarmos fisicamente presentes.

Mais 365 dias se passaram e tenho cá para mim que os mesmos valores que foram tidos em conta o ano passado ficaram para este ano. A publicidade leva-nos a pensar que precisamos acumular, ter e comprar para sermos mais felizes, mais valorizados.

 Será que estamos comemorando o Natal com as famílias de forma sustentável? Será que temos passado valores humanos para os nossos filhos ao comemorar um Natal onde os presentes são o mais importante da festa?

Durante esse tempo há eventos totalmente comuns e esperados, como a troca de presentes, a reunião com as pessoas mais próximas, as viagens para o reencontro de entes queridos que não se veem a bastante tempo, os típicos e deliciosos pratos dessa época – que fazem muitas dietas caírem por terra – entretanto, ressalto o consumo exacerbado neste período e, além disso, o encanto dessa época já não prevalece com a mesma essência. As propagandas nos levam a pensar que precisamos acumular, ter, comprar sempre mais para sermos felizes, mais valorizados. Este encanto seria a comemoração sadia, sem muitos exageros, seria o estar junto com quem se ama, quem lhe faz bem.

Neste Natal desejo que as famílias consigam repensar a forma como estamos a lidar com o consumo, para que os nossos filhos possam pedir coisas mais significativas ao Pai Natal…. esses sim, são os meus votos sinceros para todos.

 

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário