Get To Know

Máscara Social Reutilizável

25 Abril, 2020

Hello!

Numa altura em que já se fala na tal «luz ao fundo túnel», eis que se discute quais as medidas e restrições com que podemos retomar a nossa vida da forma mais normalizada possível. Ainda persistem as dúvidas sobre a utilização da máscara e se previne do COVID mais quem usa ou quem se cruza connosco mas, o que me parece mais certo é que de facto é algo que terá que fazer parte do nosso dia a dia.

Posto isto, parece-me de todo pertinente que a máscara social seja reutilizável, ficando as máscaras cirúrgicas apenas para quem delas necessita, nomeadamente profissionais de saúde e a muitos outros que estão a prestar serviço público, além de outros grupos de risco.

Além de garantir a disponibilidade das máscaras cirúrgicas para os grupos prioritários, as ditas “máscaras sociais” — usadas como complemento ao distanciamento social, lavagem frequente das mãos e confinamento em casa — permitirão “reduzir de forma muito significativa a produção de resíduos que, na melhor das hipóteses, acabarão por ir para aterro ou serem queimados, havendo ainda o risco de acabarem abandonados no ambiente ou até mesmo nas nossas praias, se não forem encaminhados corretamente, à semelhança do que já está a acontecer noutros países”. Já se falam em triliões de máscaras usadas todos os dias e é um facto que as mesmas deverão, como é óbvio, ir para o lixo comum e nunca para a reciclagem.

Independentemente de como as iremos obter, compradas em algum local ou fazer a nossa própria máscara com tecido que tivermos por casa, é fundamental usá-las e, pese embora existam já vários recursos na internet que ensinam a fazer este tipo de máscaras, sendo no entanto “fundamental usá-las e higienizá-las bem, após cada utilização”: lavar muito bem as mãos antes de colocar, antes de retirar e após retirar; retirar pelos elásticos e nunca pela frente; lavar muito bem com água quente e sabão ou então colocar na máquina; lavar a máscara após cada utilização curta.

Neste momento em que a nossa prioridade é mesmo evitar o contágio e sermos contagiados, se pudermos acoplar a menor produção de resíduos e assim evitar o confinamento em aterro sanitário, tanto melhor.

O Planeta Terra e todos nós iremos agradecer. Enquanto isso, para o seu bem, faça o favor de se proteger.

Keep in touch,

E.R.

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário