Get To Know

Lâmpadas de halogéneo chegaram ao fim!

2 Setembro, 2018

Hello!

Ora aqui está um importante passo  para reduzir a factura energética – acabar com as lâmpadas de halogéneo. Uma lâmpada de halogéneo pode gastar oito vezes mais electricidade do que uma LED, como tal começaram, ontem, 1 de setembro, a ser descontinuadas em Portugal, assim como nos restantes Estados-membros da União Europeia.

As contas são fáceis de fazer: é que as lâmpadas de halogéneo ficam mais caras, já que têm um período de duração mais limitado no tempo.

“Uma lâmpada de halogéneo de foco com 50W de potência custa cerca de 2,30 euros, enquanto uma lâmpada LED custa oito euros, com a mesma intensidade luminosa. Contudo, as lâmpadas de halogéneo têm um tempo de vida muito mais limitado, pelo que serão precisas oito para equiparar ao de uma única LED”, aponta a Quercus.

Por outro lado, fazendo as contas ao gasto da utilização, uma lâmpada de halogéneo de classe D gasta oito vezes mais electricidade do que uma lâmpada LED.

“Isto significa que a aparente poupança na compra vai perder-se em apenas seis meses de utilização. Tudo somado, 19 euros é quanto custa adquirir e utilizar uma lâmpada LED durante dez anos, um valor que, no caso das de halogéneo, sobe, significativamente, para 112 euros”, explica a associação ambientalista.

Convém aqui relembrar os consumidores e os leitores deste blog de que não devem trocar as lâmpadas de halogéneo direcionais que tenham em casa antes de elas esgotarem o seu tempo de vida. Mas, conforme foram deixando de funcionar, que não deverão ser encontradas nas lojas mais nenhuma para comprar e sim optar-se pelas lâmpadas LED.

O ambiente vai agradecer e a sua carteira, na altura de pagar a fatura de eletricidade, também!

Keep in touch,

E.R.

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário