Get To Know

Alimentação Saudável #1

1 Agosto, 2018

Chef Amaya Guterres

 

Faz-se acompanhar de um nome nada vulgar, já esteve no Somethingmore by Elsa Rocha duas vezes, fez parte de uma das #DICAS DA DORA e de um artigo da sua Quinta de Eventos “Quinta do Prazo”. Filha de mãe espanhola e pai português, cresceu entre os tachos e as panelas do restaurante dos pais onde muito nova foi contagiada pelo gosto da cozinha e de toda a sua magia, o que lhe permitiu a tenra idade saber qual seria a sua profissão!

Foi estudar aos 15 anos cozinha/pastelaria para a Escola de Hotelaria de Santa Maria da Feira e aos 18, foi para Paris e onde se formou em Organização de Eventos e Catering pela Escola Superior de Cozinha Francesa – Ferrandi.

Estagiou em diversas empresas do sector em Paris, Espanha e Portugal onde se seguiram-se várias formações na área.

Com o apoio do marido e da família, reconstruiu uma velha Quinta agrícola na terra que a viu crescer ” Valença “, transformando-a num espaço para eventos, a Quinta do Prazo.

Quando lhe perguntei o que mais gostava da sua profissão, a resposta foi muito curta mas carregada de paixão: TUDO!

A cozinha é a sua grande paixão, é o seu ambiente, é na cozinha que se sente como um peixe na água.

Talvez por tudo isto e muita mais a tenhamos desafiado a juntar-se a este blog e dar-nos um pouco do seu Know-how e ajudar-nos a comer melhor para vivermos melhor também! No meio do seu pouco tempo disponível ainda consegue arranjar meio de nos presentear com estas delícias que vos vamos mostrar nesta nova rúbrica. Fiquem desse lado!

 

Somethingmore Alimentação saudável#1

“Vivi sempre sem grandes problemas de saúde ou de excesso ou falta de peso…. comia o que me apetecia desde doces a comidas mais processadas e vazias de nutrientes. Quanto mais comia mais vontade tinha de comer!

Sou mãe de quatro rapazes, Diogo, Ricardo, Paulo e Martim e a sua alimentação é uma prioridade.

Há uns anos atrás e por questões de saúde fui obrigada a mudar radicalmente os meus hábitos alimentares.

A partir desse momento comecei a investigar sobre este tema e fiquei realmente assustada ao perceber a quantidade de veneno que ingerimos todos os dias quase de forma inconsciente. Experimentei dietas e desintoxicações que me permitissem melhorar o meu estado de saúde, umas com sucesso, outras nem por isso! Acabava sempre por desistir porquê ou eram demasiado restritas ou muito caras, ou nada saborosas! Foi então que percebi que tinha todas as ferramentas para fazer um plano alimentar próprio. Com as restrições necessárias ao meu estado de saúde e com a introdução de alimentos de que gosto e que percebi que podia incluir.

Hoje sem dúvida sou uma grande defensora da comida real, daquela que faziam as nossas avós! Com produtos reais… Vou mais ao mercado e menos ao supermercado. Planifico melhor a alimentação familiar e quando vou ao supermercado faço parte daquelas maluquinhas que não compra nada sem ver os rótulos primeiro!!! Ficariam muito surpreendidos com o que se aprende a ler rótulos… 😂

A indústria dos processados faz um excelente trabalho, porque cada vez há mais pessoas a consumir produtos cheios de aditivos e açúcares… E é assustador quando lemos estudos sobre o aumento drástico da obesidade infantil, diabetes ou até mesmo cancro. “SOMOS AQUILO QUE COMEMOS”.  E enquanto as pessoas não perceberem isso… Estas grandes empresas vão ter sempre esta batalha ganha!

E perguntam vocês como fazemos essa mudança? Não é fácil no início, somos constantemente bombardeados pela indústria alimentar! E a verdade é que todos estes produtos são bastante viciantes! Não é por acaso não pensem, levam aditivos para provocar o vício!

Há pequenas coisas no dia-a-dia que podemos fazer para evitar esses malvados ultraprocessados, por exemplo preferir uma maçã no lugar de uma bolacha (mesmo que ela seja light), comer umas amêndoas ou umas nozes sem sal no lugar de umas batatas fritas de pacote, tomar café sem açúcar (só custa as primeiras vezes, ou se preferir pode ir reduzindo aos poucos), comer um iogurte natural com uns morangos no lugar de  iogurte com aroma de morango!

E o mais importante, pensar na sua alimentação como algo verdadeiramente importante ao qual tem de prestar mais atenção! Tomar algum tempo da sua semana para planificar as refeições e aprender a comprar bem!

Comer bem, comer saudável faz-nos sentir bem a longo prazo… Tudo melhora, o bem estar é geral, melhora o nosso estado de animo, o controle do nosso peso acontece de forma natural, acabam-se os apetites por doces, temos mais energia, descansamos melhor!

Hoje deixo algo muito simples. Fácil e delicioso para o pequeno almoço, nutritivo e cheio de energia e que até os mais pequenos podem fazer sozinhos!!

 

Papas de aveia cruas:

 

4 C. sopa de flocos de aveia integrais

1 C. sopa de sementes de chia (opcional)

1 C. sobremesa de canela em pó

1 Banana madura

250 ml leite vegetal a gosto (eu uso bebida de aveia) ou se gostar mais pode usar leite, contudo prefira sempre leite gordo ou leite do dia (as gorduras do leite são gorduras boas, e não engordam)

 

Numa tigela de pequeno almoço, coloca-se a aveia, as sementes de chia, a canela em pó, a banana cortada em pedaços pequenos e a bebida de aveia até cobrir todos os ingredientes. Mistura-se bem.

Leva-se ao frigorífico por algumas horas ou durante toda a noite para hidratar.

De manhã mexe-se bem e adiciona-se fruta a gosto!

Bom apetite!!!

 

Amaya Guterres

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário