Get To Know

Acabar com os plásticos até 2020! Acha possível?

23 Setembro, 2016

Hello Everyone!

Aqui há uns tempos coloquei um artigo (ver aqui) sobre os pratos e copos de plástico e a possibilidade de se fazerem festas de aniversário para os nossos filhos sem o recurso desmesurado a este tipo de utensílios que só prejudicam o ambiente. Eu sei que é muito cómodo e prático, mas se todos o fizermos daqui a pouco temos lixo até à porta do nosso quarto. Não vai haver mais sítios para guardarmos o nosso lixo.

Pensando nisso, e desde já os meus parabéns pela iniciativa, a França vai banir, por completo, o uso de copos, pratos, facas garfos e colheres, tudo em nome do ambiente. Esta nova lei irá entrar em vigor a partir de 2020 e marca uma tendência generalizada e que dita a necessidade de melhorar as condições ambientais.

O plástico deriva do petróleo, recurso que não é inesgotável e com tamanha dependência que temos dos plásticos urge fazer-se algo. Eu não acho difícil! Acreditem que não é!

A troca de recipientes de plástico por outros de vidro é já recorrente entre pessoas que levam a marmita para o trabalho, mas é preciso fazer mais… e há que começar pela própria cozinha.

Dizer ‘não’ ao plástico, trocando os comuns recipientes e caixas de armazenamento por frascos, taças, garrafas e jarros de vidro é uma forma de contribuir para a boa saúde ambiental e humana, uma vez que o plástico é propício a acumular germes e pode conter vestígios de Bisfeno A – algo que, em Portugal, não acontece. Ainda bem, mas vamos estar atentos.

Para facilitar a vida a quem pretende ter um estilo de vida mais sustentável e amigo do ambiente, o site One Green Planet dá a conhecer o guia prático para banir o plástico de casa, em particular da cozinha.

No caso da comida que é armazenada na despensa e nos armários, os frascos de vidro assumem-se como a escolha mais certeira, pois permitem guardar os alimentos com mais segurança e sem que entre pó. Na necessidade de criar um recipiente escuro – para evitar a entrada de luz – pode-se pintar o frasco por fora, ou forrá-lo com papel de alumínio.

Mas se pensa que vai precisar de comprar uma dúzia de frascos de uma vez, engana-se. Pode fazer com que esta mudança seja gradual e, assim, vai aproveitando os frascos de vidro que comprou com leguminosas, compotas ou salsichas, por exemplo. Contudo, é necessário ter dois aspetos em conta: o primeiro é a necessidade de esterilizar bem os frascos (fervendo-os em água ou levando-os momentaneamente ao forno) e remover todo e qualquer rótulo para que seja possível ver o que está no seu interior.

Também no frigorífico é possível negar o uso de plástico, armazenado os alimentos em recipientes de vidro e usando os frascos para colocar as ervas frescas em água, como se de um flor se tratassem. Para quem gosta de guardar a fruta e os legumes no frigorífico, é também possível trocar os sacos de plástico por outros de papel.

Os mais céticos podem pensar que esta mudança vai trazer complicações, especialmente no que diz respeito ao congelador. Mas, como assegura o site, é possível armazenar alimentos em frascos de vidro, desde que estes sejam um pouco grossos (como são aqueles que se compram no supermercado com a polpa de tomate, por exemplo). Além disso, é fundamental nunca por um frasco quente no congelador, pois o risco deste ‘explodir’ é grande.

No resto da casa é também possível dizer ‘não’ ao plástico, trocando alguns itens (como aqueles que se tem na casa de banho, o copo para a escova dos dentes, o balde e o piaçaba) por opções feitas em aço inoxidável, por exemplo.

Mesmo que o nosso país tarde em adotar uma medida semelhante a esta, o que nos custa tentar! Ok, se é revendedora da tupperware concerteza vai-me mandar dar uma volta, eu entendo. Mas não será nada que não possa fazer, ou pelo menos ir tentando. Para começar podemos não comprar mais recipientes em plástico. É um bom princípio, certo?

Dica: Há já mais de 2 meses, sempre que vou lanchar com os meus filhos, e como eles pedem sempre compal para beber, temos guardado sempre os frascos. Pergunta porquê! Tenho retirado sempre os rótulos e serão/darão belos copos para colocarmos bebidas fresca no verão para os convidados das festas de aniversário deles (basta colocar uma palhina dentro, e voilá!). Em festas com muita gente, até etiquetas amigas do ambiente podemos fazer! Irei ensinar tudo no programa de TV que estou a preparar e logo logo vão saber mais pormenores.

 

Keep in touch!

E.R,

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário