Get To Know

A praga das cápsulas de café!

31 Janeiro, 2020

Hello!

Beber café seja ao acordar ou no fim das refeições é um hábito muito português. Com a chegada das máquinas de café em cápsulas todos nós passamos a poder tomar um café expresso sem sair de casa embora isso tenha criado um novo tipo de resíduo que antes não existia. Apesar das várias marcas já fazerem um esfoço para recolher e reciclar as suas cápsulas são sempre gastos recursos nesse processo como água e energia, ou seja, existe um impacte ambiental associado à reciclagem de um resíduo. Por isso, o ideal, é não produzirmos esse resíduo. Sugiro hoje que recupere algumas formas mais tradicionais de fazer café utilizando por exemplo a prensa francesa ou a cafeteira italiana que não precisam nem de cápsula nem de filtros para obterem uma chávena de café quente. E se quiser ir mais longe ainda opte por comprar o seu café moído a granel para alcançar o zero desperdício. Aqui em casa compramos sacos de 5Kg de café em grão e moemos à medida do que precisamos para guardar, já moído, num frasco hermético bem selado. A nossa cafeteira já tem uns bons anos, a anterior estragou-se pois esqueci-me de colocar água no reservatório. Achei que não iria encontrar a borracha para substituir e comprei uma nova. mais tarde arrependi-me de não ter procurado mais um pouco. Eu não gosto de café. Nunca gostei, para grande pena minha. Mas o meu marido adora tomar café e como tal temos que ter sempre esse recurso aqui em casa. Já tivemos máquina de cápsulas, oferecida como prenda de casamento mas de facto o café para ser do bom, segundo o meu marido, já ficava caro.  Eram mais as vezes que nos esquecíamos de encomendar as cápsulas do que as vezes que as tínhamos aqui em casa. Aos poucos fomo-nos enchendo de tanto resíduo que se produzia e do trabalho que tínhamos para tentar aproveitar o café do interior da cápsula para os vasos e o resto para reciclar que optamos mesmo para nem sequer produzir esse resíduo. E nem imaginam a enorme pegada ambiental associada ao transporte das cápsulas que alegadamente as marcas indicam que reciclam. Para mim tudo tem que ser calculado, e já cheguei a uma fase da minha vida que prefiro não produzir o resíduo pois aí sim o meu desperdício é zero. A nossa cafeteira dá para 6 cafés curtos mas de manhã basta só um pouco para ele colocar no leite. Então guardamos o café já feito no Domingo num frasco de vidro no frigorifico e ele vai doseando no seu leite durante a semana. Ele diz que fica bom e o ambiente agradece o gesto 🙂

E vocês por aí? Tomam sempre um café nespresso por dia?

Keep in touch,

E.R.

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário