Get To Know

Energia Renovável: A Protagonista do Futuro?

23 Agosto, 2017

Olá 🙂

Atualmente falar em sustentabilidade ou desenvolvimento sustentável tornou-se uma prática cada vez mais comum entre as populações e os diversos setores económicos. O setor energético não é exceção, deixando de se preocupar apenas com a segurança do abastecimento e com os impactes sobre a competitividade económica mas também com os efeitos da utilização de energia com origem em combustíveis fósseis e esgotáveis. A utilização deste tipo de energia tem diversas consequências para o meio ambiente, com destaque para as emissões de partículas e gases da combustão, levando à poluição atmosférica local e causando mudanças climáticas como o aquecimento global da Terra. Face a estes problemas, surgiu a necessidade de criar alternativas fiáveis, de exploração acessível a nível económico, inesgotáveis e ecofriendly.

Deste modo, a problemática das energias renováveis tem vindo a despertar o interesse dos governos, pois a energia é a força vital das suas economias; dos ambientalistas devido às ameaças das alterações climáticas; da comunidade científica e dos engenheiros, uma vez que estes têm de investigar e desenvolver novas tecnologias para fornecer e consumir energia de um modo mais inteligente e acessível; e ainda, dos consumidores devido à instabilidade dos preços que afetam diretamente os seus orçamentos.

O que são energias renováveis e não renováveis?

Fontes renováveis de energia são recursos naturais, inesgotáveis ou capazes de se regenerarem o curto/médio prazo. Estas impedem que se importem combustíveis fósseis, como o carvão e o gás natural para gerar eletricidade, evitam a emissão de gases com efeito de estufa e diminuem o preço da energia elétrica no mercado de eletricidade, contribuindo assim para uma maior sustentabilidade económica e ambiental do país. Exemplos de energias renováveis são a energia hidráulica; eólica, solar, geotérmica, energia das ondas e marés e biomassa.

Fontes não renováveis de energia são aquelas cujas reservas se encontram na Natureza em quantidades limitadas e, quando utilizadas descontroladamente podem esgotar-se. Consideram-se fontes de energia não renováveis os combustíveis fósseis como o carvão, o petróleo bruto e o gás natural e ainda o urânio, que é a matéria-prima necessária para a obtenção da energia resultante dos processos de fissão ou fusão nuclear.

 

Qual o cenário atual e o que se espera no futuro?

No último ano, em Portugal, as energias renováveis asseguraram mais de metade do abastecimento elétrico e permitiram ainda a exportação, segundo os dados disponibilizados pela REN – Redes Energéticas Nacionais. O uso de fontes de energia renovável, e o consequente investimento na sua aplicação para produzir energia elétrica, calor ou biocombustíveis, têm vindo a aumentar rapidamente nos últimos anos, e espera-se que esta tendência se mantenha nas próximas décadas.

É importante lembrar que, em Maio de 2016, o nosso país funcionou durante quatro dias consecutivos sem recorrer a fontes de produção de eletricidade não renovável!

Distanciarmo-nos dos combustíveis fósseis e aproximarmo-nos das energias renováveis é, sem dúvida, um grande desafio ao qual temos de começar a dar resposta. Caso contrário, acabará por constituir uma séria ameaça para o ambiente, para a biodiversidade e até para a nossa existência.

 

 

Para ficarem a saber mais sobre este tema visitem:

http://www.jn.pt/nacional/interior/portugal-e-o-oitavo-pais-da-ue-que-mais-recorre-a-energias-renovaveis-5723370.html

http://observador.pt/2017/07/05/renovaveis-projeto-inovador-da-edp-junta-agua-e-sol-na-producao-de-eletricidade/

http://observador.pt/2016/05/18/portugal-usou-apenas-energias-renovaveis-durante-quatro-dias-consecutivos/

https://www.publico.pt/2016/12/22/ciencia/noticia/the-guardian-destaca-energias-renovaveis-portuguesas-como-momento-marcante-da-ciencia-em-2016-1755776

  

Marta Oliveira Barbosa

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário