Sem categoria

DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA A SECA E A DESERTIFICAÇÃO!

17 Junho, 2016

Hello Everyone!

Hoje, 17 de Junho, comemora-se o Dia Mundial de Luta contra a Seca e a Desertificação.

Este ano, salienta a ameaça crescente que a desertificação e a seca representam para a estabilidade nacional e internacional. Quase um terço das terras cultivadas se tornou improdutivo, nos últimos 40 anos. Cerca de três quartos das pastagens naturais apresentam vários sintomas de desertificação. As alterações climáticas contribuíram para essa situação, mas são apenas um dos factores. Em particular, devemos repensar as nossas práticas agrícolas e a forma como gerimos os nossos recursos hídricos. A agricultura e a criação de gado representam 70% do consumo de água doce e são responsáveis por cerca de 80% da desflorestação. A procura crescente de produtos agrícolas utilizados para alimentar o gado e como biocombustíveis exercerá uma pressão acrescida sobre estes recursos escassos, se não forem geridos de uma maneira sustentável.

O consumo mundial e os modos de produção actuais não são sustentáveis. Isso terá como consequências, entre outras, novas crises alimentares mundiais como a de 2008 e a continuação da desertificação, da degradação dos solos e dos períodos de seca. Como sempre, os pobres serão as primeiras vítimas e as últimas a recuperarem.

Neste Dia de Luta contra a Desertificação e a Seca, reconheçamos os riscos que advêm de permitir que a desertificação avance. Reconheçamos também que, ao lutarmos contra as alterações climáticas, podemos contribuir para inverter a desertificação, aumentar a produtividade agrícola, atenuar a pobreza e reforçar a segurança a nível mundial.

Ou seja, mais um dia para refletir o quanto ainda podemos e devemos lutar para alterarmos hábitos e comportamentos diários, em prol de um desenvolvimento sustentável. 🙂

Keep in touch,

E.R.

Artigos relacionados

2 Comentários

  • Comentar Susana Afonso 20 Junho, 2016 at 19:28

    tão relevante mas nem parece actual. os dias de hoje fala-se de economia, de deficits, de bancos falidos, de tudo e mais alguma coisa, menos daquilo que realmente depende de nós e que devemos ajudar a preservar

  • Comentar Elsa Rocha 20 Junho, 2016 at 21:17

    Concordo Ana Afonso. De facto podemos fazer tanto com tão pouco e cada vez mais somos assoberbados com assuntos em que podemos ter tão pouca participação. Este blog pretende disseminar esse «bichinho» no cidadão comum para podermos fazermos mais e melhor.
    Obrigada
    Beijinhos

  • Deixe um comentário