Get To Know

O NASCIMENTO DO BLOG

29 Março, 2016

Hello everyone!

Existem determinadas alturas na vida que achamos que ainda temos força para fazer mais qualquer coisa rumo à felicidade plena que ambicionamos. Existem determinadas alturas na vida que achamos ainda não ter feito de tudo para podermos ser ainda mais felizes.

Tudo bem que esse estado de alma foi alavancado por diversos motivos, nomeadamente o marido ter abraçado um projecto profissional fantástico, pena que um pouco longe de casa, assim como a vontade de querer e fazer mais para que as pessoas mudassem e/ou alterassem os seus comportamentos e hábitos diários no que se refere ao ambiente;

Claro que em mim também sempre subsistiu a perspectiva de que nunca é tarde para se mudar e fazer com que os nossos sonhos aconteçam.

Sendo assim, nos últimos meses frios do inverno de 2015, criei o meu 1.º blog (gratuito). Não me dei ao trabalho de explicar porque o havia criado e o que queria com ele. Criei-o, pura e simplesmente para desabafar, e um dia mais tarde poder mostrá-lo ao Filipe e relatar como eram os meus dias passados sem ele. Com as novas tecnologias nós falávamos todos os dias e isso ajudava a superar a distância e o novo estilo de vida que tínhamos após quase 10 anos de casamento. Mas havia coisas que eu não conseguia explicar pelo telefone, principalmente quando existem e temos dois filhos pequenos a fazerem barulho e a quererem ver e falar com o pai ao telemóvel. Havia também o problema de não querer desabafar com o Filipe em frente aos miúdos. A minha ideia sempre foi mostrar aos meus filhos a super-mulher e mãe que eles tinham. Não os poderia nem queria desapontar e desiludir e, mais do que isso, não foi esse o revés da moeda que lhes dei quando concordei que o pai fosse viver para longe de nós.

Há medida que o tempo passou e pelo facto de não me ter identificado no blog por mim criado, sentia que aquilo não era meu e que aquela que escrevia não era eu. Eu estava sem rumo e o meu blog também! Estava sempre sozinha quando escrevia para que ninguém visse e também nunca encontrava motivos para que alguém pudesse vir a saber J.

Até que, um belo dia (nem sei se fazia sol ou chuva, sei que para mim foi belo), comentei com as minhas colegas de trabalho (Obrigada Ana e Sónia!):

– Meninas, EU TENHO UM BLOG.

blog

…….. passaram-se alguns minutos, o tempo suficiente para elas lerem um ou dois post’s.

Quando acabaram de ler os últimos posts e as lágrimas lhes vieram aos olhos, ou melhor, às retinas J, percebi que não era assim tão estúpido continuar a alimentar o blog com peripécias e desabafos diários.

Mesmo assim o blog não estava à minha medida nem ao meu gosto. Após alguns dias de pesquisa, emails trocados e alguns telefonemas percebi verdadeiramente aquilo que queria e poderia fazer neste mundo digital. No meio de faltas de respostas a emails e chamadas telefónicas nunca devolvidas, passando por momentos em que pensei muito se poderia e deveria avançar com este projecto, surgiu um telefonema que alavancou o podermos estar aqui todos juntos. Numa viagem de regresso a casa, e já com os dois miúdos no banco traseiro, liguei com a MILENAR. A voz do lado de lá do telefone tranquilizou-me e fez-me ver que talvez seria por ali o caminho – combinou-se trocar ideias e propostas por email no dia seguinte, fazendo com que mal conseguisse «pregar» olho durante a noite. Obrigada Rosália Costa!

Algumas reuniões pelo telefone, dezenas de emails trocados, centenas de minutos dedicados a este trabalho e muitas horas focadas e dedicadas a preparar o melhor de mim, fazem-me estar aqui hoje, perante todos vocês – Obrigada Marta Lagoas!

Tudo preparado com o maior secretismo; tudo sem ninguém saber; tudo para que vissem o resultado final e dissessem….. UAU!!!!!!!

Espero que desse lado me acompanhem, e que este espaço seja de facto um espaço de partilha de conhecimentos e de novidades nesta área tão vasta em temáticas como é o ambiente.

 

KEEP IN TOUCH

E.R.

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário