Get To Know

TANTA GENTE JOVEM A FAZER LIXO!

10 Maio, 2016

Hello everyone!

Esta notícia é real, é recente, e merece um perfeito destaque no meu blogue. Sem ferir susceptibilidades permitam-me que vos deixe aqui a minha opinião sobre este tema.

Tudo bem que era muita gente, tudo bem que as próprias papeleiras já existentes na rua e tendo em conta o curto espaço de tempo em que este boom de pessoas invadiu Coimbra, se tornaram manifestamente insuficientes, mas…. convenhamos que a «estudantada», principalmente nestas alturas, não foi feita para pensar nas consequências dos seus atos. É fixe, é baril, é muita pinta andar aqui a desfilar….. eu vou ser o doutor, o engenheiro e o professor de amanhã…. mas hoje deixem-me deitar o lixo ao chão pois esta malta toda aqui ao meu lado também deita. Não vou ser o «tótó» que vai procurar agora um local próprio para deitar o lixo.

A noticia, segundo o que percebi, distingue o lixo colocado dentro de contentorização colocada para esse efeito pelos serviços da autarquia, do lixo «arremessado»diretamente para o chão, sem qualquer dó nem piedade. Foram 16 ton de lixo apanhadas do chão…. foram 16000 Kg de lixo que, para lá de não ter conhecido o ecoponto, conheceu o chão mais próximo e depois foi parar ao lixo comum: Eles devem pensar:

«Oh pá, nós, que ainda nem sequer pagamos os nossos impostos, estamos cá para fazer muito lixinho no chão.! Os outros senhores, pais concerteza de alguns alunos que lá passaram no desfile, que venham limpar atrás de nós.

Estou disposta a aceitar o que vierem para aqui dizer e prometo, mesmo assim, responder a todos os comentários. A minha opinião é muito sincera e deparo-me com esta realidade diariamente.

A ver por estes hábitos que ainda são muito comuns no nosso dia a dia, claro que ainda temos muito que caminhar relativamente à correta separação do lixo. Para quê falarmos em separar quando ainda existem muitos atos de civismo deste género completamente condenados.

Isto dá que pensar, assim como uma conversa que tive em tempos com um senhor que trabalhava nesta área da limpeza, que foi assim:

Ele para mim: Oh Eng.ª, eu deito sempre o lixo para o chão!

Eu: Oh Senhor XPTO, poupe os meus ouvidos de ouvir semelhante barbaridade. Até me doeram as cruzes (não sei onde isso fica) ao ouvi-lo… trabalhamos nesta área por isso vamos zelar pela limpeza e pela sensibilidade das pessoas para ajudarem a uma maior higienização das ruas, etc etc, etc (paleio para ver se convencia o homem) e era essa a minha função 🙂

Ele para mim: Oh eng.ª deixe lá isso. Eles que deitem lixo para o chão pois caso contrário eu ainda fico sem emprego.

Eu: …… a pensar…. ainda hoje reflito no que o homem me disse…

Hoje despeço-me sem conclusão …. vou tentar adivinhar onde é que isto vai parar!!!!! ah…. digam-me que isto era a economia a funcionar, ok

Elsa

Artigos relacionados

4 Comentários

  • Comentar ANA 10 Maio, 2016 at 16:31

    O lado mau das festas académicas!!
    É óbvio que todos nós passamos por isto e sabemos que a excitação é muita mas estes serão os nossos futuros “doutores”..

    • Comentar Elsa Rocha 11 Maio, 2016 at 9:11

      Sim, Ana. Concordo!
      Beijinhos
      Elsa

  • Comentar Ana Afonso 10 Maio, 2016 at 20:27

    Cara Elsa
    de facto somos ainda um povo pouco informado (para não dizer outra coisa) nestes assuntos.
    O ambiente passa-nos ao lado e nem as noticias de catástrofes ambientais em algumas zonas do Planeta nos chamam para a realidade. Os governantes não colocam o tema na agenda (não dá votos) e a sociedade civil também não quer saber.
    Um bem haja ao seu trabalho
    Ana Afonso

    • Comentar Elsa Rocha 11 Maio, 2016 at 9:14

      Olá Ana Afonso,
      Obrigada pela sua intervenção. Por mais que pareçamos sensíveis às questões do ambiente, a desinformação de alguns assuntos supera toda a sensibilidade.
      Beijinhos
      Elsa

    Deixe um comentário