Get To Know

Fui votar mas não me queriam deixar!

1 Outubro, 2017

Hello!

Hoje aconteceu uma situação muito caricata que resolvi partilhar com vocês. Pela hora de almoço desloquei-me ao meu local de voto e levei o meu cartão de eleitor. Mostrei o cartão de eleitor e o delegado de mesa, depois de olhar bem para mim, disse que teria que apresentar o meu cartão de cidadão. Depois de dizer que não o tinha comigo, que só tinha trazido o cartão de eleitor (e que achei que era o suficiente), disseram que não me poderiam deixar votar pois ninguém que estava na mesa de voto me conhecia.

Questionei todos os presentes na mesa sobre a obrigatoriedade que tinham de conhecer todos os eleitores da freguesia, e que achava isso ridículo. Não estou a ver nas grandes freguesias, pertencentes a cidades metropolitanas, terem nas mesas pessoas que conheçam todos as pessoas eleitoras. Ainda me dirigi a uma sala contígua, onde também estavam outros elementos nas mesas, que apressadamente foram à sala do lado identificar-me e alegarem que já lá vivia há alguns anos, mas de nada valeu. Falei que o meu marido estava na sala ao lado a votar e que poderia ser uma ajuda mas também de nada valeu.

Fiquei perplexa com tamanha presunção dos elementos da mesa e com a legitimidade com que remetem um eleitor a casa para tentar provar que o cartão de eleitor não era roubado.

Fui a casa rapidamente e, no minuto seguinte, regressei com o meu cartão de cidadão, carta de condução e o dito do cartão de eleitor. Após um pedido de desculpa por parte de todos os elementos da mesa lá votei e exerci o tal direito, que este ano me deu mais um pouco de trabalho.

Independentemente da lei e do preciosismo que quiseram dar «à coisa» achei que foi demasiado exagerado. Mas vamos seguir em frente.

Artigos relacionados

4 Comentários

  • Comentar Maria 2 Outubro, 2017 at 12:36

    Mas sempre foi obrigatório a apresentação de cartão de identificação, com foto… o cartão de eleitor é que me parece ser prescindível (existe um portal onde através do n.º do CC/BI sabemos a mesa de voto).

    • Comentar Elsa Rocha 6 Outubro, 2017 at 17:31

      Sim, Maria.
      Pelos vistos sou leiga nesta matéria.
      A minha «revolta» foi haverem muitas pessoas que me conheciam, de outras salas onde se votava também, assim como um dos delegados afirmar isso mesmo e, somente porque aqueles três membros da mesa não me conheciam ter havido este problema de me obrigarem a regressar a casa sem sentimento de dever cumprido. Das 20 a 30 pessoas que lá estavam nessa hora para votar, reforço que todos votaram sem recurso a cartão de cidadão….. ok, eram todos «conhecido». E, já há 12 anos que voto naquela sala e nunca mostrei CC. Mas sem stress, só não sou é conhecida…

  • Comentar Carla 4 Outubro, 2017 at 17:02

    Faz sentido, ou qualquer pessoa a “podia” representar, apresentando o cartão 😉

    • Comentar Elsa Rocha 6 Outubro, 2017 at 17:30

      Sim, Carla. Até aí tudo bem. A minha «revolta» foi haverem muitas pessoas que me conheciam, de outras salas onde se votava também, assim como um dos delegados afirmar isso mesmo e, somente porque aqueles três membros da mesa não me conheciam ter havido este problema de me obrigarem a regressar a casa sem sentimento de dever cumprido. Das 20 a 30 pessoas que lá estavam nessa hora para votar, reforço que todos votaram sem recurso a cartão de cidadão….. ok, eram todos «conhecido». E, já há 12 anos que voto naquela sala e nunca mostrei CC. Mas sem stress, só não sou é conhecida… ihihi
      Beijinhos

    Deixe um comentário