Get To Know

A ENTREVISTA À MATILDE RANITO :)

30 Junho, 2016

Hello!

Eis que surgiu a altura da amiga Matilde Ranito nos brindar com as suas belas respostas à minha entrevista. As nossas vidas cruzaram-se há uns anos atrás e, a partir daí a minha vida nunca mais foi a mesma. A minha vida, a dela, e a vida do ambiente. Uma das pessoas mais pragmáticas que conheço e com quem adoro conversar quando acho que vou vacilar em alguma coisa na vida. Obrigada a ti, Matilde, por teres conseguido ser tão pragmática, até nas respostas que deste ihihihi.

1. Qual é tua relação profissional com o ambiente?

Estreita proximidade. Utilizo e reponho.

2. Se a tua profissão não estivesse ligada ao ambiente o que achas que poderias estar a fazer neste momento?

Uma qualquer atividade pouco criativa, produtiva e economicamente viável.

3.Não havendo qualquer impedimento financeiro ou de outra ordem, o que mudavas no ambiente atualmente?

Circulação automóvel. Apenas recursos a carros elétricos ou outras tecnologias limpas. Impediria o consumo exacerbado de carne, com vista a mitigar os malefícios da industria agroalimentar (devido às produções intensivas), com consequências positivas na saúde publica (minimização da diabetes, AVC’s, e outras doenças cardiovasculares e potencialmente demências).

4. Achas que devemos incentivar quem separa os seus resíduos devidamente, ou penalizar quem não o faz?

O exemplo é o melhor remédio. Incentivar e premiar que faz separação seletiva. Os outros desaparecerão. Darwin explicou esta teoria há uns anos atrás.

5. Ao longo do teu percurso como «amiga do ambiente», já te deparaste com alguma situação caricata em que te apeteceu discutir/chamar a atenção de algum prevaricador ambiental.

Claro que sim. O abuso e desprezo do ambiente irrita-me profundamente.

6. Sem qualquer consequência para ti, o que dirias/farias a uma pessoa que fosse a conduzir mesmo à tua frente e deitasse pela janela uma embalagem de iogurte?

Já aconteceu. Buzinei e chamei-lhe Porca!!! Como não percebeu, escrevi num papel e mostrei-lhe através da janela.

7. Abdicarias do teu banho diário, se para isso poupasses 10 euros por semana?

Sorry 🙂 há um mínimo para tudo. Posso só reduzir o tempo?????

8. Elenca dois ou três hábitos diários que tens e que não vão de encontro a um desenvolvimento sustentável?

Movimento-me apenas de carro e longas distâncias.

De resto, só me lembro mesmo de coisas boas que faço :). Sou muito sustentável!!!

Obrigada Matilde.

Vejam outra entrevista aqui.

Keep in touch

E. R.

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário