Get To Know

Armazenar comida!

17 Janeiro, 2018

Hello!

Com a minha vida a entrar em rebuliço daqui a 1 mês apraz-me tomar algumas medidas para que a vida decorra com alguma normalidade e celeridade com três crianças e dois adultos cá em casa. 🙂

Já há algum tempo que analiso a possibilidade de comprar uma arca frigorífica para colocar na despensa e poder de facto congelar aquilo que até agora não o tenho conseguido fazer só com o congelador do combinado da cozinha. Temos muito terreno aqui ao lado de casa e existem épocas do ano em que abundam muitos alimentos e que não os consigo congelar para outras épocas. Queria ser um pouco como a história da formiguinha e da cigarra…. «amealhar» alimentos na primavera e no verão e poder consumir nos meses mais frios. Os tomates, os feijões, as favas… enfim, tanta coisa que poderia ficar armazenada e depois ser só abrir a arca e retirar consoante as minhas necessidades.

Não precisava de ser uma arca gigante, mas pelo menos algo maior do que o congelador do combinado e que fizesse face às minhas necessidades mais preementes.

Neste momento estou a consumir tudo aquilo que tenho no congelador e a planear as minhas refeições com aquilo que ainda lá tenho. Mais perto da data do parto (que, já agora, é dia 16 de Fevereiro) vou-me dedicar a confecionar comida para duas semanas e congelar. Digam lá, mulher prevenida vale por duas. Neste caso, com 3 filhos, mulher prevenida deve valer por 4 ou 5.

Com isto também pretendo desperdiçar/estragar muito menos comida e otimizar o meu tempo passado na cozinha. Sempre tive por hábito não deitar comida fora. Dói-me a alma quando isso tem que acontecer pois penso no desperdício no meu bolso em termos financeiros e penso na quantidade de pessoas que se deliciariam com aquela refeição. Se quero comida para sobrar para o outro dia faço sempre um pouco mais, se não quero tento que isso não aconteça (nem sempre se consegue mas eu prefiro fazer a menos do que sobrar e ter que deitar no lixo). Sempre gostei de ser muito organizada nestas questões das refeições pois considero que esse tempo passado na cozinha, ou é com todos lá metidos dentro a ajudar, ou é um tempo morto e triste para uma mãe e mulher. Adoro quando todos estão por lá e querem ajudar, mesmo que por vezes só desarrumem e sujem mais loiça do que o necessário.

Por isso, os meus próximos tempos serão passados a analisar arcas frigoríficas que caibam no espaço físico que lhe tenho destinado na despensa, assim como a pesquisar refeições que fiquem com a mesma qualidade depois de descongeladas.

Pretendo poupar em termos de tempo e poupar em termos financeiros pelas refeições que posso ter numa só confeção. Mas sim, neste momento vou primar pela qualidade do tempo pois será algo que não abundará cá por casa a partir de meados de Fevereiro.

E vocês? Já costuma fazer isso em vossas casas? Funciona?

Keep in touch,

E.R.

 

Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe um comentário